Família Sartor - Alimentos Direto do Produtor

Família Sartor - Alimentos Direto do Produtor 

Visita à propriedade com o sistema "Colhe e paga", em que você mesmo colhe os produtos que pretende comprar. Possibilidade também de apenas comprar os alimentos já colhidos e embalados. Importante ver período de safra e ligar antes para confirmar.

Localizado  na Estrada Municipal Água Azul, 550  - Distrito de Santa Lúcia do Piaí.

Fone: 54 3266.1332

Whats: 54 984038636 54 984461382

Dias e horário de atendimento:  Verificar o período de safra e ligar antes de ir para confirmar.

Segunda-feira: 8h às 11h e das 13:30 até escurecer

Terça-feira: 8h às 11h e das 13:30 até escurecer

Quarta-feira: 8h às 11h e das 13:30 até escurecer

Quinta-feira: 8h às 11h e das 13:30 até escurecer / dia de preparar produtos para feira atendimento apenas para venda sem "Colhe e pague".

Sexta-feira: fechado, dia de feira do agricultor

Sábado: 8h às 11h e das 13:30 até escurecer

Domingo: safra da uva de fevereiro a abril aberto nos demais meses com agendamento.



“Colhe e paga” é um atrativo da Família Sartor

Propriedade encravada na paisagem de Santa Lúcia do Piaí encanta os visitantes

Além de degustar o sabor dos produtos cultivados direto do pé, quem visita a propriedade da Família Sartor tem a possibilidade de colher o que vai levar para casa. O conceito "colhe e paga" é um dos principais atrativos da propriedade encravada na bela paisagem de Santa Lúcia do Piaí, distrito de Caxias do Sul.

Ivone Beatriz Bonatto Sartor vive nessas terras desde 1994, quando se casou, e adora receber os visitantes. “Nós percebemos que se colocamos as frutas colhidas expostas para a venda, os visitantes não gostam muito. O que eles querem é ir para o plantação para colher, eles se divertem”, conta ela. Há acompanhamento, claro, para mostrar os produtos que estão mais prontos e como a colheita deve ser feita. Quanto a isso, a experiência de Ivone é de longo tempo. Desde os oito anos de idade, trabalhava ao lado da família. O pai dela, Dionísio Bonatto, tem 84, mora perto e de vez em quando está na propriedade. Quem der a sorte de encontrá-lo por lá vai ouvir histórias de antigamente. “Nós também levamos os visitantes para andar a cavalo e conhecer um pouco da vida no interior”, complementa.

O sucesso é garantido. Entre potreiros e diversos cultivos como uva, mirtilo, morango, castanha, framboesa e muitos outros, os visitantes desconectam da vida urbana tão corrida e experimentam uma nova forma de viver. “Temos gente todos os dias. O negócio está dando certo e vamos ampliar no inverno, começando a plantar outras variedades”, adianta. Há planos também de oferecer café colonial, já que as habilidades de Ivone incluem fazer pão e chimia. “Ainda não temos o café, mas estamos planejando, vamos precisar de pessoas para ajudar. Hoje, além das frutas para comer in natura, oferecemos sucos”, detalha.

Para aproveitar essa hospitalidade, não é preciso pagar ao entrar na propriedade. O visitante paga apenas os produtos que comprar. E pode optar por colher ou não. Sobre como chegar, Ivone explica com o sotaque e a descrição característicos de quem vive no interior da Serra Gaúcha: “Fica a dois quilômetros da vila. Vem por Fazenda Souza, depois Água Azul, sobe o morro do Capitel Caravaggio e entra na primeira à esquerda. Chega no portão e dá uma buzinada”. Horário? “Menos de meio-dia, porque tenho que fazer o almoço”. No restante do dia, é só chegar. A cultura e a diversão estão garantidas!

Apoie a agrucultura famíliar e tenha experiência de conhecer melhor o cultivo dos alimentos .

 

Confira os cultivos e período de safra.


Cultivo         Safra - Período produtos estão a venda


Bergamota - Inverno  junho a setembro


Castanha - fevereiro a março


Figo - fevereiro a abril


Fisális - fevereiro a junho


 Laranja Inverno -  junho a setembro


Melancia baby - metade de janeiro até metade de março


Melão - metade de janeiro até metade de março


Morango -  setembro a abril


Mirtilo -  novembro a fevereiro


Uva - fevereiro a abril



Tomate  - fevereiro até maio


Tomate cereja - dezembro a fevereiro


Hortaliças: brócolis, couve flor, alface, rúcula, repolho, beterraba  - junho a setembro


Milho - janeiro a março


Alho - outubro a dezembro


Alho poró - novembro a  fevereiro


Abobrinha - novembro a fevereiro


Chás diverso - ano todo


 

 

 

CLIQUE AQUI PARA TRAÇAR A ROTA ATÉ O LOCAL