Monumento a Madre Bárbara Maix

  Monumento a Madre Bárbara Maix

O monumento faz menção ao milagre ocorrido em 1944: A cura de Onorino Ecker, que com 4 anos sofreu queimaduras de segundo e terceiro grau,ao cair sobre um fogão improvisado no chã com grave risco de morte. O médico achou que ele não sobreviveria. A irmã Dulcídia Granzotto iniciou uma novena invocando a intercessão da Beata Bárbara Maix.

Dias depois, Onorino deixou o hospital curado. O suposto milagre convenceu o Vaticano a autorizar a beatificação da madre.

Duas pessoas conduzem o  menino Onorino envolto em lençol com queimadura  até o Hospital onde as Irmãs atuavam.

CLIQUE AQUI PARA TRAÇAR A ROTA ATÉ O LOCAL