Museu Ambiência Casa de Pedra

Representação de uma casa, mobilia e objetos do período da colonização

Visita guiada com mediadores. ** Visitas de grupos devem ser agendadas (54) 3901-1463

Durante período de pandemia horário é das 10h às 16h de segunda a sexta. ( consulte dias e horários diferentes  para visitação)

Período sem pandemia Dias e horários: de terça a sexta, das 9h às 17h, no sábado das 11h às 17h.. (Devido à pandemia, consulte dias e horários disponíveis para visitação conforme mudanças das bandeiras)

Valor: Gratuito

Local: museu localizado no caminho para o Parque de Eventos da Festa da Uva, no bairro Santa Catarina

Linhas de ônibus: Santa Lúcia/Pinheiro Machado, Santa Lúcia/Dr. Montaury e Pioneiro/Por do Sol



Contato: (54) 3901-1463

Se você mora em Caxias do Sul é bastante improvável que nunca tenha ouvido falar na popular Casa de Pedra e se você é visitante sugerimos que conheça. O local é uma residência real e já teve, inclusive, habitantes. Essa mesma casa hoje abriga o Museu Ambiência Casa de Pedra.

Nele, os inúmeros aspectos que valorizam a forma como era a vida em meados do final do século XIX estão presentes em cada centímetro. Também tem diversos objetos, móveis, artes e pertences da época, conservados e expostos ao público para tornar a experiência ainda mais imersiva.

Construída por Giuseppe Lucchese e seus filhos Giácomo e Francesco, a casa foi vendida para Jacob Brunetta, em 1913. Posteriormente, David Tomazzoni se tornou proprietário, em 1946. Ao longo de seus mais de 140 anos, a residência foi palco para habitação, comércio e serviços das mais diferentes ordens.

Museu Ambiência Casa de Pedra

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A casa é construída quase em sua totalidade de pedras basálticas rejuntadas com barro, com aberturas de pinho fixadas em tijolos artesanais. No primeiro pavimento encontram-se uma sala e a cozinha, e um forno para pão do lado externo. O pavimento superior era o antigo dormitório.

 

Confira a visita virtual ao Museu Ambiência Casa de Pedra.

 

Em 1974, às vésperas do Centenário da Imigração Italiana no Rio Grande do Sul, o município constatou que a casa estava ameaçada pelo tempo, que foi precarizando a construção, e o desenvolvimento urbano acelerado e constante dos bairros em seu entorno. Após, a Prefeitura de Caxias do Sul adquiriu a propriedade e instalou o atual Museu de Ambiência, inaugurado em 14 de fevereiro de 1975, ano do Centenário da Imigração.

Conheça mais sobre a história das famílias e da casa clicando no link.

 

CLIQUE AQUI PARA TRAÇAR A ROTA ATÉ O LOCAL