Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami

O Arquivo Histórico Municipal oferece pesquisas no acervo documental da cidade. 

Gratuito

O atendimento é de segunda a sexta, das 10h às 16h. (Devido à pandemia, consulte disponibilidade de dias e horários para acesso)

Av. Júlio de Castilhos, 318, Nossa Senhora de Lourdes

Local bastante acessível, podendo chegar lá facilmente a pé ou de ônibus via rua Sinumbu.

Solicitar ao motorista ou cobrador a parada próximo ao local para descer do ônibus.

 



Contato: (54) 3901-1318

O prédio é parte da memória de Caxias do Sul

Portador de uma grande parte da história de Caxias do Sul, o Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami tem disponíveis documentos de origem pública, revelando os múltiplos aspectos da formação social e cultural de Caxias do Sul. São fotografias, manuscritos e documentos oficiais, além de um banco de memória oral, livros e outros itens, chegando a aproximadamente um milhão de documentos de origem pública, 500 mil de origem particular, 600 depoimentos gravados, 5 mil livros, 300 periódicos e mais de 200 mil fotografias.

Além de guardar a história do município, o prédio é parte da memória de Caxias do Sul, sua construção iniciou em 1890 como um estabelecimento comercial de secos e molhados, além de armarinhos de Vicente Rovea. Ficou conhecido pela grande maioria da população em 1926. Nesse ano, a propriedade passou para as mãos do médico italiano Rômulo Carbone, que nele instalou um hospital e sua residência, e acabou emprestando o nome ao prédio, o Hospital Carbone. Após sua venda, em 1945, virou residência. Foi tombado como patrimônio histórico e arquitetônico em 1986 e destinado a abrigar o Arquivo Histórico Municipal. 

Desde 1976, as ações desenvolvidas pelo Arquivo Histórico Municipal contribuem diretamente para a valorização e reconhecimento da entidade a nível nacional e internacional. Conheça mais sobre o local e saiba como proceder para solicitar acesso ao acervo clicando no link.