Ponte Do Raposo

Ponte Do Raposo

Localizada na divisa de Caxias com Gramado, no Rio Caí. 
Do centro de Vila Oliva até a ponte 12km.
O lugar é um caminho sem infrestrutura e serviços. Se for, leve água, lanche, protetor solar e repelente. Se resolver descer até o rio, o ideal é levar calçados confortavéis.

 



 A Ponte do Raposo foi uma reivindicação dos madereiros da região, para viabilizar a travessia do rio e chegar até trem em Gramado que tranportaria as madeiras até Porto Alegre. 

Em 1912, o Major José Nicoletti Filho apresentou a ideia da construção de uma ponte no lugar denominado Rapozo. Aquele trecho fora construído a casco de mulas e, com o tempo, foi alargado para a passagem de carretas com madeira. Contam que no passado era transportadas madeiras até o rio e colocado em barcas, aguardavam a chuva e com isso a cheia do rio para transportar as madeiras até Porto Alegre. (um ano teve seis meses de seca não sendo possível nesse período o transporte de madeira até a capital, ocasionando sérios prejuízos aos madeireiros e funcionários que ficaram sem receitas). 

Com a chegada do trem em Gramado, os madeireiros se reuniram e solicitaram ao presidente Getúlio Vargas a construção da ponte para ter acesso ao trem na cidade vizinha. Melhorando logística de transporte da madeira até a capital. A ponte foi toda projetada sob medidas para local onde foi instalada. Feita toda em aço Krupp, vindo desmontada da Alemanha, chegando a Gramado pela via férrea e depois pelas carroças até o local. Inaugurada em 25 de setembro de 1936. Foi um dos primeiros pedágios da região em que era cobrado para caminhões, automóveis, carroças e, inclusive, cavalos, gados e pedestres.

A ponte fica no trajeto dos tropeiros que vinham da região de Santo Antônio da Patrulha e Taquara, passando pela região das hortênsias e posteriormente onde fica hoje o distrito de Vila Oliva. Parte deles seguia viagem até outra ponte, a do Korff, em Criúva, e seguiam para o centro do pais. 

Com o fim da atividade madeireira na região, a ponte perdeu sua importância econômica e foi ficando em desuso.

Recentemente, foi totalmente restaurada. Hoje, o caminho é verdadeira surpresa em meio a uma exuberante natureza. Muito verde, rochas e paisagem lindas. O caminho todo é de estrada de chão e com muitas curvas. Pessoas têm aproveitado o local para curtir a natureza, fazer piquenique, tomar chimarão, relaxar e sair da área urbana.

Com o novo Aeroporto Regional de Vila Oliva esse caminho esta em estudo para ser pavimentado, sendo a principal via que ligara o aeroporto com as  cidades de Gramado e Canela.

O lugar é um caminho sem infrestrutura e serviços. Se for, leve água, lanche, protetor solar e repelente. Se resolver descer até o rio, o ideal é levar calçados confortavéis.
Do centro de Vila Oliva até a ponte 12km

 

CLIQUE AQUI PARA TRAÇAR A ROTA ATÉ O LOCAL