Se você já tem cadastro
Se você é novo por aqui
Você é
CLIENTE ANUNCIANTE
Incluir, mostrar e destacar a sua empresa, produtos e serviços. Inclui autorização para cadastrar eventos.
PROMOTOR DE EVENTOS
Cadastro para poder incluir eventos na agenda.
Deve ser no nome do promotor responsável pelo evento.
Vinícola Rossato

Vinícola Rossato

Telefone (54) 9 9971 9627
Em meio a rusticidade de construções históricas do período das primeiras imigrações italianas ao RS, encontra-se a Vinícola Rossato. Arte, dedicação e perseverança herdada dos avós na produção de vinhos e sucos.
Vinícola Rossato
Estrada Municipal São Marcos 400 - Linha Feijó. Caxias do Sul - RS
Fone: (54) 3214 5302 Whats: (54) 9 9971 9627 [email protected]
Horário de Funcionamento
Segunda a sábado das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h30. Domingo e demais horários com agendamento.
Serviços Oferecidos
  • 1468871106345286252.svg
    Degustação
  • 14688713361915872524.svg
    Estacionamento
  • 1468879396633438989.svg
    Internet
  • 1632964269157353183.svg
    Pix

Vinícola Rossato: bons vinhos e memórias que remetem a 1883

Dentro de cada garrafa de vinho da Vinícola Rossato, tem uma história que remete a 1883, quando o primeiro imigrante da família, Paolo Rossato, chegou ao Brasil. No ano seguinte, os pais e diversos irmãos desembarcaaram por aqui e, entre os irmãos, estava Marcellino Rossato, avô do atual proprietário, Dirceu Rossato, o responsável por manter vivo o legado dos seus antepassados.

O primeiro registro da produção de vinho como negócio na propriedade da Linha Feijó é de 1889, com o nome de Rossato & Irmãos. Nesta época, eles foram inovadores na forma de transportar a bebida, que era comercializada a granel, em bordalesas. “Meu avô e meus tios-avós foram pioneiros no transporte de vinhos de Caxias do Sul a Porto Alegre. Eles seguiam pelas picadas em meio às matas, com carretas puxadas por burros, até chegarem a São Sebastião do Caí. Lá, repassavam a carga em vaporetos que seguiam até a Capital”, relata Dirceu.

Conforme foi tendo idade, o pai de Dirceu, também de nome Marcellino Rossato, entrou no negócio e assumiu a sua parte na construção dessa história. Ele trabalhava ainda com o vinho a granel, período em que as vinícolas se denominavam Cantinas Rurais, mas já enxergava uma estruturação para a sua cantina atuar com a bebida engarrafada, o que acabou acontecendo em 1978. “Eu e meus irmãos criamos a marca Vinhos Rossato e fizemos essa migração”, explica Dirceu.

Atualmente, em meio à rusticidade das construções históricas do início da colonização e que seguem preservadas na propriedade, a empresa produz tanto vinhos de mesa quanto finos. O foco está na bebida, e a propriedade tem poucos parreirais. “Compramos a uva de parceiros, vinificamos e engarrafamos a bebida”, detalha. O suco de uva também é oferecido no varejo da vinícola, mas produzido de forma terceirizada. Os visitantes ainda encontram vinagre para comprar e podem circular pela parte externa tanto em dias de semana quanto aos sábados. “Aos domingos, sugerimos que nos liguem antes, porque nem sempre estamos por lá”, completa Dirceu. O espaço externo também pode ser usado para ensaios fotográficos.

Seja com agendamento prévio ou chegando direto, o convite está feito. Visite a Vinícola Rossato, compre bons produtos e aproveite um pouco desse ambiente de montanha que carrega lindas memórias italianas na arquitetura e nas pedras que sustentam as casas históricas. Você vai gostar!


 

Como chegar