Festa do Divino Espírito Santo - Vila Seca | Guia de Caxias do Sul 

Agenda de eventos /

Filtrar por:
Guia de Caxias do Sul RECEBA NOVIDADES OU PROMOÇÕES

Agenda de Eventos

Festa do Divino Espírito Santo - Vila Seca
01/05/2019 até 30/05/2019

Vila Seca
Como Chegar

Data: 01/05/2019 até 30/05/2019

Comemoração ínicia no mês de fevereiro, quando são abençoadas as bandeiras do Divino. Essas, por sua vez, visitam cada uma das famílias da Paróquia levando a benção às casas. Equipe de Louvação formada por festeiros, padres e músicos, visitam até o início da novena as casas dos ex-festeiros, estabelecimentos comerciais, empresas, órgãos de governo, imprensa. E neste período procuram divulgar a Festa e levar a mensagem sobre os dons do Espírito Santo.

A Festa do Divino Espírito Santo chegou a Vila Seca através dos açorianos de Santo Antonio da Patrulha, que ia até a entrada da serra em 1840. Tem origem no arquipélago dos Açores, em Portugal. Era ao Espírito Santo que os moradores invocavam proteção quando ocorriam catástrofes naturais. Tradicionalmente, está ligada à celebração do Pentecostes, uma das festas mais importantes do calendário cristão e que comemora a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos de Jesus Cristo e sobre Maria, sua mãe. O Pentecostes é celebrado 50 dias depois do domingo de Páscoa, e ocorre no sétimo dia depois da celebração da Ascensão de Jesus. 

 

No mês da festa ocorrem festividades, e essas tem início com a tradicional cavalgada juntamentecom a participação de motociclistas e ciclistas. A saída é na Paróquia Nossa Senhora de Caravaggio, em Ana Rech,  até a comunidade de Vila Seca onde é servido e almoço campeiro. A Cavalgada em 2018 esteve em sua 22ª Edição. Até dia da festa ocorre diversas atrações como procissão, baile, Missa Campeira, jantar e almoço. As festividades se incerão com entrega dos prêmios da rifa, sendo o primeiro prêmio um automóvel zero quilômetro.
Além do RS, a Festa também é tradicional em Santa Catarina, no Maranhão, em São Paulo e Goiás, entre outros. Os imigrantes portugueses levaram a tradição para os Estados Unidos, o Canadá e países africanos. 

Indique a um amigo:
Voltar
Compartilhar: