Sobre Caxias

Crescimento constante

Localizada na Encosta Superior do Nordeste do Rio Grande do Sul, Caxias do Sul tem área territorial de 1.652,308 km² e densidade demográfica de 264,89 habitantes por km². Está a 760 metros de altitude e tem temperatura média anual de 16º, mas que varia de -5º no rigor do inverno a mais de 35º no verão.
É a cidade mais populosa do interior gaúcho, com estimativa de 474.853 habitantes, de acordo com os dados de 2015 do IBGE, e tem o segundo maior PIB do Rio Grande do Sul. Em 2013, somou valor total de R$ 21,349 bilhões, com evolução de 5,98% sobre o ano anterior e participação de 6,45% no geral do estado. A renda per capita alcançou R$ 45.883, a 34ª maior do Rio Grande do Sul, em alta de 1,79% na comparação com 2012.
As atividades de serviços e comércio representam 56,14% do valor adicionado bruto (VAB) gerado na economia local, seguidas pela indústria, com 42,83%. O agronegócio participa com 1,03%. Caxias do Sul tem a maior participação na composição do VAB industrial do estado, respondendo por 11,10% do total. O orçamento da Administração Municipal para 2016 prevê receita utilizável na ordem de R$ 1,7 bilhão.
Em torno de 96% da população caxiense vive na área urbana. A expectativa de vida é de 76,58 anos – dado de 2010 - e o coeficiente de mortalidade infantil é de 11,81 para cada mil nascimentos – dado de 2012.

Recentes conquistas

  •  16ª melhor grande cidade do Brasil e 1ª no Rio Grande do Sul para se criar filhos, de acordo com pesquisa da Delta Economics & Finance.
  •  18ª melhor grande cidade do Brasil e 1ª do Rio Grande do Sul, de acordo com pesquisa da Delta Economics & Finance.
  •   Melhor cidade do estado e 22ª no Brasil para investir em imóveis, conforme pesquisa da Prospecta Inteligência Imobiliária.
  •  1ª cidade do RS no ranking nacional de saneamento, de acordo com dados do Instituto Trata Brasil.
  •   9º município mais competitivo do Brasil, conforme estudo da FGV Projetos, da Fundação Getúlio Vargas.

Interior - Riqueza econômica e cultural
Caracterizada pelo minifúndio, com regime de economia familiar, a área rural de Caxias do Sul é dividida em 134 comunidades, onde estão estabelecidas perto de 7 mil propriedades, das quais 80% com até 30 hectares e 5% com menos de um hectare. O interior do município é dividido em seis distritos e quatro regiões administrativas.
São duas áreas bem distintas. A região colonial, com forte ascendência de imigrantes italianos e germânicos, se caracteriza pela produção de frutas, com destaque para uva, maçã e morango. A cidade também é identificada como a maior produtora de hortigranjeiros do Estado, com diferentes hortaliças e verduras. Já a região de campo, com predominância da cultura luso-portuguesa, tem como principal atividade econômica a pecuária de corte.
O segmento turístico oferece centenas de opções de passeios, com destaque para a visitação de cantinas e propriedades rurais. A geografia é rica em cachoeiras, grutas e riachos. Casarios antigos, alguns abertos à visitação, são comuns nos diferentes pontos do interior, que tem perto de 200 quilômetros de trechos asfaltados. Todas as sedes distritais são ligadas ao perímetro urbano por estradas asfaltadas. Igrejas centenárias e capitéis (pequenas estruturas erguidas ao longo das estradas para homenagear santos) estão localizadas na quase totalidade das comunidades, que semanalmente promovem festas típicas para os padroeiros.
Algumas regiões realizam festas com periodicidade anual ou bianual para resgatar e preservar os antigos hábitos dos colonizadores e para destacar sua relação com atividades econômicas.
As mais importantes são as festas do Agricultor, do Vinho Novo e do Pinhão. O Natal mobiliza cada distrito, que tem sua programação própria. A cada dois anos é realizado o Horti Serra Gaúcha, no Parque de Eventos da Festa da Uva, com foco na exposição de tecnologias e realização de negócios do campo.